A Fábrica

Janeiro 25 2005




No dia 25 de Janeiro de 2004 no jogo Guimarães-Benfica, Fehér sorri para o árbitro que lhe estava a mostrar um cartão amarelo, passa a mão esquerda pelo cabelo, tem a direita no fundo das costas, curva-se e cai de costas.Assim ficou.

Há um ano atrás Fehér(1979-2004) fazia mil e um planos para a sua vida. Mas aquele factídica noite chuvosa em Guimarães, tinha sido a noite escolhida para partir.De nada adiantou a luta dos profissionais de saúde, na luta contra o destino.Fica a saudade e o sorriso. Ninguém apagará aquele sorriso.

publicado por Armando S. Sousa às 12:49

É como dizes ficou a saudade e o sorriso.
Até sempre Fehér.
Anónimo a 25 de Janeiro de 2005 às 17:27

Um ate sempre tambem para os outros desportistas,que morreram,nos relvados,pistas,campos,balneareos,etc... e que não tiveram a «sorte» de morrer em frente as camaras de televisão, e portanto não tiveram direito a homenagem,nem a estatuas,mas que tambem suaram as camisolas.
Que todos eles descansem em Paz.

paco
Anónimo a 26 de Janeiro de 2005 às 12:04

mais sobre mim
Janeiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16
17
18
22

23

30


pesquisar
 
blogs SAPO